É óbvio! Escolas que capacitam seus professores são melhores

Considerar a formação de professores é essencial na hora de escolher a escola mais adequada. Afinal, são esses profissionais que estarão em contato direto com os alunos todos os dias — e o processo de aprendizado dos estudantes é diretamente influenciado pela qualificação teórica e pelas competências comportamentais do corpo docente.

Um bom professor não limita sua formação ao curso universitário: ele busca a capacitação continuada, complementando o diploma com especializações e estudos diversos. Afinal, em toda área de conhecimento surgem novidades todos os dias e, estando sempre atualizado, pode transmitir esse conhecimento em sala de aula de forma efetiva e transformadora.

Na escola, é essencial ter educadores preparados para tratar cada aluno e suas especificidades© iStock/Lumi Nola Na escola, é essencial ter educadores preparados para tratar cada aluno e suas especificidades

Portanto, os cursos de capacitação realizados pelo corpo docente são de suma importância para que a escola ofereça uma educação de qualidade. Quer saber mais sobre a relevância desse quesito? O SEB (Sistema Educacional Brasileiro) listou alguns benefícios práticos que uma boa formação de professores interfere na educação das crianças e adolescentes.

Melhora a transmissão de conhecimento aos alunos

A instituição de ensino precisa, entre as suas responsabilidades, passar aos alunos conhecimentos complementares aos que são aprendidos no ambiente familiar. Esse processo de aprendizagem é mediado pelos professores, que devem ter a habilidade de modificar o saber, de maneira que se transforme em algo didático, claro e que faça sentido para os alunos.

Inspira os estudantes

As crianças e adolescentes passam boa parte dos seus dias na escola, interagindo com os colegas e professores. Por isso, é fundamental que as relações que se estabelecem nesse espaço sejam saudáveis, o que permite o desenvolvimento emocional e intelectual.

Professores bem capacitados, que conseguem despertar a atenção e conduzem a aquisição de conhecimento de forma diferenciada, são fontes de inspiração para os estudantes. Com isso, eles podem se sentir motivados a se aprofundar nos conteúdos estudados, fazendo diversas descobertas que até mesmo podem ajudá-los na escolha da sua profissão.

Proporciona tratamento personalizado

Uma sala de aula é composta por alunos com diferentes habilidades e necessidades — afinal, nem todos conseguem aprender na mesma velocidade e com os mesmos estímulos. Diante desse cenário, faz-se essencial a figura de educadores devidamente preparados para tratar de maneira personalizada aqueles estudantes com dificuldades específicas de aprendizagem, assegurando a inclusão de todos.

Isso não quer dizer que os educadores vão elaborar uma aula diferente para cada tipo de aluno. O que eles vão fazer é aplicar métodos de ensino democráticos, capazes de atender às diferentes necessidades da turma. Em outras palavras, oferecendo oportunidades iguais de aprendizado.

As escolas que contam com um corpo docente apto para lidar com as diferenças demonstram seu respeito pela diversidade — questão que precisa ser trabalhada dentro da sala de aula para que os pontos fortes de cada aluno sejam potencializados e suas dificuldades possam ser superadas.

Possibilita o uso adequado da tecnologia

A tecnologia transformou o mundo e trouxe muitas melhorias para a rotina das pessoas. Com a educação não foi diferente. Some-se a isso o fato de que a geração atual já nasce conectada, fazendo uso constante da internet em computadores, celulares e tablets.

Nesse contexto, o uso da tecnologia nas aulas tornou-se indispensável para aperfeiçoar o ensino oferecido pela instituição. Esse fator tem sido cada vez mais valorizado pelos pais na hora de escolher uma escola. É importante não só verificar se a escola tem aparatos tecnológicos voltados para o ensino, mas também se os professores estão preparados para utilizá-los corretamente.

Ao passar por cursos de atualização, os professores aprendem a administrar a tecnologia dentro da sala de aula, apresentando-a como um complemento do aprendizado. Com novas formas de apresentar conteúdos, a exemplo de vídeos e áudios, os alunos passam por uma imersão no material estudado, aumentando a assimilação.

Fonte: https://www.msn.com/pt-br/noticias/educacao/%c3%a9-%c3%b3bvio-escolas-que-capacitam-seus-professores-s%c3%a3o-melhores/ar-BB10XxEE

12 de março de 2020
É óbvio! Escolas que capacitam seus professores são melhores